Seguidores

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Deixe morrer o rei Uzias e veja a glória de Deus!

No livro do profeta Isaias 6:1 diz: No ano em que morreu o rei Uzias eu vi ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e as orlas do seu manto enchiam o templo.

Trazendo para o contexto espiritual, o rei Uzias simboliza o impedimento; foi necessário o rei Uzias morrer para que Isaias visse a glória de Deus.
O que está te impedindo de ver a glória de Deus? O que precisa morrer em você para que vejas a glória de Deus? Temos que deixar o rei Uzias morrer em nossas vidas.

Algumas coisas que simbolizam o rei Uzias e que nos impede de ver a glória de Deus:

A falta de perdão:
Em Mateus 18: 23-35; Jesus nos conta a parábola de um rei que quis ajustar contas com seus servos, e havia um dos servos que devia ao rei, o rei ordenou que o servo e sua família fossem vendidos, o servo suplicou e o rei usou de misericórdia, e perdoou aquele servo. Mas quando o mesmo servo encontrou um conservo seu que lhe devia não o perdoou, não usou de misericórdia e compaixão conforme o rei usara com ele. O rei sabendo disso muito se irou e mandou que aquele mal servo lhe pagasse tudo o que lhe devia.
A falta de perdão é um bloqueio que nos impedirá de ver a glória de Deus. Temos que perdoar nossos devedores, se não, não obteremos perdão do pai, como nos ensina a oração do Pai nosso. Esse rei Uzias precisa morrer em nossas vidas, pois a falta de perdão não somente nos mata espiritualmente, como fisicamente, pois é provado cientificamente que a falta de perdão, que vem acompanhado da mágoa e do rancor, são causadores de grandes enfermidades. Peça que neste momento o Senhor te libertará, e ainda hoje verás a glória de Deus.

A falta de fé
:
A falta de fé nos impede de ver a glória de Deus, "Aquele que se aproxima de Deus é necessário crer que ele existe e que é galardoador daqueles que o buscam".
 Em Marcos 9:22-24 Quando aquele homem chegou até Jesus lhe disse: Senhor se tu podes fazer alguma coisa tem misericórdia de nós, e ajuda-nos. Jesus lhe respondeu: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê. Se aquele homem continuasse sem crer ele não veria a glória de Deus. É necessário reconhecermos que a nossa falta de fé impedirá o milagre de nos alcançar. Foi necessário aquele homem matar o reui Uzias da incredulidade, e reconhecer que precisava do Senhor.
Reconheça tal como aquele homem! Se humilhe diante do Senhor e suplique: Senhor ajuda-me na minha incredulidade. Deus o atendeu e curou seu filho, e o homem viu a glória de Deus. Deus quer fazer o mesmo em sua vida.

O medo:
 O medo é um dos meios do diabo para tentar nos deter, pois o medo bloqueia a confiança e com isso não alcançamos a vitória. Pedro quando viu Jesus andar sobre as águas pediu que Jesus ordenasse que ele fosse, e Jesus disse vem! E Pedro andou sobre as águas. Tudo ia muito bem até que Pedro teve medo. O medo começou quando Pedro começou a observar o vento forte. Se desviarmos a nossa atenção de Cristo e começarmos olhar as circunstâncias, afundaremos na incerteza do medo, e morreremos se não pedirmos socorro ao Senhor. Pedro gritou: Senhor, me salva!
Se o medo tem dominado o teu ser, se você não tem visto a glória de Deus como deveria, deixe o medo morrer dentro de você, peça socorro ao Senhor nesta hora que Ele está pronto a te socorrer. Ele estendeu a mão para Pedro e o resgatou. Deixa o Senhor de arrancar da síndrome do pânico, da depressão que são prisões do diabo que querem te impedir de ver a glória de Deus. O medo de não tentar é o que te impede de conseguir. Mediante a voz do Senhor, não somente tente, mais prossiga, pois fiel é o que te prometeu.

O Eu:
É preciso nos despojar do velho homem e nos renovar pela transformação do evangelho.É necessário deixar que o nosso eu morra e que o EU SOU viva para sempre em nós. Não somos as mais velhas criaturas, o nosso eu tem que estar morto, pois já ressuscitamos com Cristo. Quando damos lugar ao nosso eu estamos caminhando para longe da presença do Senhor.
O rei Nabucodonosor, achou que era o tal, disse que toda glória da Babilônia era mérito dele, e deixou que o seu eu o exaltasse, o resultado foi o juízo de Deus sobre sua vida. Ele foi transformado em um animal até que reconheceu que o único Eu Sou é o Senhor. Deixa o Espírito Santo dominar todo o teu ser, pois enquanto esse rei Uzias não morrer em sua vida, você não verá a glória de Deus. O importante é que ele cresça e o eu diminua.
Na vida de Isaias existiu algo que fosse arrancado para que ele visse a glória de Deus, deixa neste momento Deus fazer a obra completa em tua vida como fez na de Isaias.

Observe que nos versículos 5-8, ele reconhece que é um homem de lábios impuros, e um dos Serafim voou trazendo uma brasa viva que tirou do altar com uma tenaz e tocou os seus lábios, e a sua iniqüidade foi tirada e purificado o seu pecado. Deixe que a brasa viva que vem direto do trono de Deus, que é uma palavra que saia da boca de Deus toque todo o teu ser neste momento e te purifique e tudo o que é de ruim, que ainda está bem vivo dentro de você. M orra nesta hora, que tudo de negativo saia da tua vida e somente a gloria de Deus encha todo o teu ser!
O rei uzias na vida de Isaias simbolizava um impedimento, ele tinha um pecado que precisava ser purificado, depois que ele reconheceu que era pecador, confessou sua iniqüidade diante do Senhor, Deus o transformou e o capacitou para uma grande obra, a glória de Deus tomou todo o seu ser. E depois de purificado ele disse: eis-me aqui Senhor, envia-me a mim. E o Senhor o enviou e o usou poderosamente. Deixa a Palavra de Deus tocar os teus lábios e serás justificado pelo Sangue do Cordeiro, que tira o pecado do mundo.

Deixa o Espírito de Deus conduzir a tua vida e guiar-te mansamente por águas tranqüilas, e você dirá: No ano, em que morreu: O ódio, a inveja, o rancor, o adultério, o medo, a falta de fé, o egocentrismo, a promiscuidade, a idolatria, a mentira, o roubo e etc... eu vi o senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as orlas do seu manto (a sua presença) enchia o templo (enchia a sua vida).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário